Como abrir uma empresa de tecnologia no Brasil

Começar

Como abrir uma empresa de tecnologia no Brasil

Equipe Techpreender
Escrito por Equipe Techpreender em 2 de novembro de 2020
Seja avisado e fique por dentro de tudo o que acontece

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O empreendedorismo é uma tendência no mercado. Por isso, as pessoas que estão desanimadas com seus empregos formais ou, ainda, aquelas que não acreditam que podem conseguir uma recolocação profissional começaram a pensar em abrir seus próprios negócios.

Se você pretende abrir uma empresa, que tal investir na área de TI? Aproveite que esse mercado continua aquecido mesmo em momentos de crise para se tornar um techpreendedor. Lembre-se de que antes de começar essa aventura pelo techpreendedorismo, é necessário compreender o processo para abrir uma empresa de tecnologia rentável.

Pensando nisso, neste texto separamos um passo a passo que pode ajudar você nesse processo. Então, se você quer saber como contratar uma equipe de trabalho ou se é viável investir em uma estrutura física para a sua empresa. Continue a leitura e confira!

Defina a especialidade da sua empresa

O primeiro passo para abrir uma empresa de TI é identificar qual será o seu público-alvo. Para tanto, você precisa fazer pesquisas por meio de entrevistas, questionários e conversas para determinar as características, desejos e necessidades desse público. 

Com essas informações é possível encontrar qual é o problema que a sua empresa pretende resolver e qual será o seu posicionamento de mercado. Lembre-se de que você precisa ter um diferencial para que as pessoas comprem seus produtos ou serviços em vez de procurar a concorrência.

Após identificar o problema, é necessário definir qual será a especialidade da sua empresa, ou seja, como você vai atender essa demanda do mercado. Nesse caso, é possível optar por diversas especialidades, como desenvolvimento de aplicativos (mobile, desktop, online), venda de hardwares, segurança e tratamento de dados, suporte técnico, consultoria, treinamentos de informática, entre outros.

Lembre-se de que a especialidade escolhida precisa resolver o problema do público-alvo. Por isso, é importante ficar atento a isso para criar produtos ou serviços que ofereçam uma boa experiência para os consumidores.

Defina o orçamento para abrir uma empresa de tecnologia

Você deve estar se perguntando: quanto custa abrir uma empresa de tecnologia? É difícil calcular um valor exato, mas é necessário ter uma quantia de dinheiro razoável para a abertura da empresa. O ideal é que você tenha pelo menos 6 meses de capital para garantir o funcionamento da organização.

Esse dinheiro será utilizado para pagar os trâmites legais da abertura da empresa, para garantir o capital de giro inicial e para custear os gastos com a infraestrutura, como computadores, equipamentos, móveis, aluguel, funcionários, água, luz, telefone, Internet, impostos, entre outros.

Portanto, antes de começar a techpreender é essencial levantar os possíveis gastos e elaborar um orçamento para você saber quanto será necessário investir para abrir uma empresa de TI. Nesse caso, você pode utilizar dinheiro próprio, convidar um sócio com capital disponível ou buscar ajuda em linhas de crédito ou financiamentos.

Contrate uma boa equipe

É importante investir na sua preparação como líder antes de começar a montar a sua equipe de trabalho. Por isso, faça cursos e mentorias para aprender os processos de gestão de pessoas para lidar com os profissionais da melhor maneira possível. Caso contrário, você não conseguirá liderá-los.

Em relação à contratação dos profissionais que vão compor a equipe, é necessário elencar as habilidades técnicas e comportamentais que você precisa que essas pessoas tenham para exercer as funções essenciais para manter o funcionamento da empresa. Essas habilidades estão relacionadas com o modelo de negócio da empresa, bem como com os produtos ou serviços que pretende desenvolver e oferecer para o mercado. 

Já no momento de escolher as pessoas você precisa definir se vai contratar aquelas com vasta experiência no mercado ou profissionais que têm conhecimento, mas precisam aprender a prática, ou, ainda, você tem a opção de contratar pessoas sem conhecimento ou prática para treinar de acordo com a sua necessidade.

No primeiro caso, esse profissional costuma exigir uma remuneração mais robusta, já na segunda e na terceira opções você consegue negociar o salário. Além disso, você tem a possibilidade de terceirizar o trabalho por meio dos freelancers. 

Lembre-se de que é importante contratar, em primeiro momento, pessoas que você confia, pois isso deixará o processo de criação da empresa mais rápido, já que a confiança favorece a autonomia nos trabalhos.

Invista em estrutura física

Agora é o momento de definir como será o fluxo de trabalho da sua empresa. Para tanto, você precisa responder às seguintes questões: onde vou trabalhar? Como pretendo fazer os atendimentos? Quais equipamentos vou precisar para desenvolver meus produtos ou serviços? Como vou entregar minhas soluções aos clientes?

Essas informações são essenciais para construir a logística do dia a dia da organização. Nesse caso, é essencial investir na construção de processos de desenvolvimento e de vendas eficientes para garantir uma boa experiência ao seu cliente. Lembre-se de que você precisa entregar o produto ou serviço que atenda a demanda dos consumidores.

Em seguida, é importante decidir se a empresa vai possuir uma estrutura física para executar o seu fluxo de trabalho. No caso das empresas de tecnologia, não existe a necessidade de adotar uma infraestrutura igual à de uma empresa tradicional. 

Para tanto, existem muitas opções, como alugar uma sala comercial, ceder um espaço da sua casa para a equipe trabalhar, utilizar espaços de coworking, trabalhar com equipes remotas ou, ainda, terceirizar o processo de desenvolvimento dos produtos. 

Lembre-se de que nas opções que a empresa tem a estrutura física ou adota o home office, é necessário ficar atento aos quesitos de salubridade e bem-estar, como o fornecimento de cadeira, notebook, telefone, equipamentos de ergonomia, entre outros itens que ajudarão na execução do trabalho dos funcionários.

Já no caso das equipes terceirizadas e do coworking a empresa não precisa gastar com infraestrutura. Por isso, essa é uma opção muito vantajosa para as empresas que estão iniciando seus negócios. 

Formalize a empresa

O processo de formalização de uma empresa costuma ser complexo e burocrático. Por isso, é importante procurar a ajuda de um advogado, um contador ou uma consultoria, como o Sebrae. Esses profissionais são especializados nesse tipo de processo e podem ajudar muito na abertura da sua empresa.

Normalmente, esse processo envolve a elaboração do contrato social (caso seja necessário), a inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o registro na Junta Comercial do Estado, a solicitação do Alvará, a autorização de emissão de nota fiscal, o cadastro na Previdência Social, entre outros.

Além disso, você precisa destinar seus esforços para a venda dos seus produtos ou serviços, bem como encontrar o seu espaço no mercado. Assim, a sua empresa vai entrar em um ponto de equilíbrio, no qual você conseguirá consolidar a sua marca e obter o dinheiro suficiente para mantê-la em funcionamento ou reinvestir no seu crescimento.

Que tal abrir uma empresa de TI?

Agora que você já sabe o passo a passo simplificado para abrir uma empresa de tecnologia, fica mais fácil começar a criar o seu plano de negócios, não é verdade? O processo parece ser complexo, mas você precisa apenas de coragem para iniciar a sua jornada como techpreendedor, o resto você vai resolvendo com o tempo.

Gostou de conhecer esse passo a passo? Então, não deixe de acompanhar as nossas Conversas de Techpreendedor, que acontecem todas às segundas-feiras, exceto feriados, às 20:20h. Nesses encontros você terá acesso a muitas informações relacionadas a operação, a gestão e a liderança de empresas de tecnologia. Venha aprender e conhecer outros techpreendedores!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *